14.4.08


Uma pedra na água


Escolhe-se uma palavra qualquer da nossa língua. Não importa qual, mas se for bonita, resultará melhor.

Escreve-a no centro de uma grande folha de papel. Em torno dela vão-se inscrevendo outras palavras: sinónimos, antónimos, homónimas, parónimas, derivadas... ou até mesmo evocadas por conotação ou associação livre.

A palavra inicial é a pedra num mar de palavras, a partir do qual irão tentar redigir o texto poético.