6.6.08


Por detrás do olhar

"O betum dos anos obscurece as fotografias, expõe restos de naufrágio. Relógios de bolso registam uma hora antiga. Brincos pendentes, órfãos que adornaram pele de mulher. Fotos onde o passado passou absorto. Retratos com luz sépia.
Olho as fotos, brinco a recompor as existências dos retratos, as vicissitudes que deram argumento aos seus dias - bastardias, adultérios, outras relações clandestinas que tornaram as suas existências mais folhetinescas ou acidentadas. Novelas de assunto bizantino. A chama discreta da inteligência."

Juan Manuel de Prada


Tal como o escritor espanhol, pega num retrato antigo e tenta imaginar a existência das pessoas retratadas.
Quem foram? O que fizeram? O que pensavam? Que relação têm entre si?